Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina

Análises Técnicas:

Serão postadas análises dos ativos que estiverem com condições de compra ou venda dentro do período que será definido na análise.

Solicitações de análises e dúvidas em relação a elas podem ser incluídas no campo de forum logo abaixo.


USIM5 26/09/2010 - USIM526092010.jpg (109,5 kB)

Ativo cruzou MM21 sem acionar PBO no diário. Tem resistência bem definida em 45,80:

GGBR4 e CSNA3 tiveram quedas significativas na semana, por isso a compra em Usiminas deverá ser cautelosa, mas a congestão lateral, com todas asmédias juntas deverá alavancar os preços para o lado que for.

No gráfico marcamos o objetivo de realização no caso de compra para swing e o suoprte caso o ativo caia mais ainda.


BBDC4 26/09/2010 - BBDC426092010.jpg (117,6 kB)

Bradesco atinge objetivo para compra (32,50), mas como todo o mercado, recuou forte na sexta, e iniciou um sinal de baixa no IFR e no MACD.

Acompanharemos o ativo na segunda, pois diferente de BBAS3 que esta bem esticada, Bradesco dará entrada no rompimento de 32,50 novamente, uma vez que MM8 esta bem próxima dos preços.

Usaremos nossa estratégia de realizar parcial durante o intraday para tirar o risco da operação de swing, caso o ativo de sinal de compra nos 15min ou nos 60min.

Como suporte imediato BBDC4 tem as médias de 21 e de 200 na sequência que devem segurar a queda do papel.


BBAS3 26/09/2010 - BBAS326092010.jpg (112,4 kB)

BBAS3 foi o trade da semana, mas para nossa infelicidade não conseguimos embarcar, ficamos de fora, uma pena:

O Objetivo projetado para o ativo foi alcançado e superado na quinta feira (TH - Topo histórico do gráfico).

Depois de TH o ativo tende a subir forte, mas pela movimentação de sexta podemos esperar alguns dias de venda, que trarão a ação até o suporte 29,33.

Período bom para compra de BBAS assim que encostar na MM8 ou MM21 e fizer candle de reversão pois a superação de um topo histórico abre possibilidade de alta por período mais longo no ativo.

Ficaremos atentos, e desta vez de verdade, nos movimentos de Banco do Brasil nas próximas semanas.


VALE5 26/09/2010 - VALE526092010.jpg (121,8 kB)

Vale superou as expectativas e alcançou o ponto de compra que indicamos em nossa análise da semana passada:

O patamar 44,45 é a resistência da congestão que, caso seja confirmado seu rompimento, levará os preços até 50,83 (topo de abril).

O fato do candle de rompimento estar totalmente fora da BB21 é um sinal ruim, ainda mais que o rompimento foi bem esticado, inclusive com um gap que pode ser de esgotamento da perna de alta. Caso os preços retornem para a congestão teremos esta confirmação.

Para que façamos swing comprados, teremos que esperar pelo menos uma lateralização dos preços até que as médias cheguem até lá e desta forma os preços estarão dentro das bandas. Mas o sinal é bem positivo.

Um teste nos suportes traria confiabilidade no posterior rompimento: MM200 e 21.

Médias em alta! Ativo deve ser observado com atenção pois poderá nos dar bons day trades.


PETR4 26/09/2010 - PETR426092010.jpg (98,7 kB)

Ativo não saiu do lugar desde nossa última análise da semana passada:

LTB e suporte continuam segurando o ativo. Ressaltamos o aumento de volume na sexta depois que o processo de capitalização acabou.

Investidores aproveitaram para pressionar o preço abaixo do valor que será vendido para os que reservaram ações. Segunda promete movimentação grande.

Médias de curtíssimo prazo podem cruzar para cima e indicar um ciclo positivo pelo menos até as resistências.

Todas as médias apontam para baixo, só o aumento de volume pode ser considerado como um indício de reversão de tendência, estamos acompanhando com atenção.


IBOV 26/09/2010 - IBOV26092010.jpg (139,7 kB)

A esperada queda a té MM21 não ocorreu na semana passada, pelo contrário, a força de compra foi crescendo durante a semana, culminando na quinta feira com o rompimento do topo 68600 pontos:

O problema é que na sexta tivemos um recuo com alto volume, que acabou frustando o rompimento da resistência.

Chamamos atenção para as divergências de baixa que começam a aparecer no diário no IFR e no volume: Podemos ter feito um topo na sexta .

Desta forma a resistência continua sendo 68600 pontos, com objetivo de alta até o topo do ano em 71800 pontos.

O suporte é marcado pela MM200+38,2% de fibo em 66600 pontos. Caso venha a realizar mais forte o suporte é 65000 pontos.


BBAS3 19/09/2010 - BBAS319092010.jpg (100,3 kB)

Assim como BBDC4 podemos ter um pivot de alta sendo plotado no ativo esta semana. O ideal seria o toque na MM21 e a subida instantânea até  29,53 (38% de fibo), mas como a vida não é perfeita...podemos ter uma lateralização sobre a MM21.

A análise desta semana complementa da semana passada. Olhando a anterior podemos ver que o ativo está bem travado de suportes/resistências, no entanto o fato de MM21 virar para cima nesta semana pode ser extremamente positivo para os preços.

Estaremos atentos para compra acima de 30,84.

Na queda MM200 parece ser o suporte natural dos preços.


BBDC4 19/09/2010 - BBDC419092010.jpg (123,2 kB)

Bradesco começa a fazer movimentação ideal para que uma possível alta seja consistente, está descendo, com baixo volume, até a MM21.

BB21 mostram que os preços estão no limite e pode começar a fechar sobre os candles.

A superação da resistência indicada será interessantíssima para compra. MM8 aproxima-se dos preços.

Em caso de queda mais forte a MM21 será o suporte e depois o ativo deverá entrar em congestionamento de grande amplitude amparado pelo suporte desenhado na análise acima.


USIM5 19/09/2010

Análise da semana passada continua válida. Aparentemente o PBO no diário está em curso.

Só muda o padrão baixista com os preços trabalhando acima das MM´s.

Ativo em posição ideal de compra, mas temos que ter um belo sinal de alta para nos mater para swing dentro dele.


VALE5 19/09/2010 - vale519092010.jpg (101,8 kB)

Ação tem comportamento errático nas últimas semanas, e para muitos do mercado começa a desenhar um triângulo simétrico, mas nós preferimos trabalhar com as médias e Fibonacci:

Como escrevemos em nossa análise da semana passada podemos ter ormado um topo arredondado, que assim como fundos deste tipo de configuração tem uma força grande no mercado.

Congestionado sobre a MM21 e MM8, os preços não saíram do lugar e agora o suporte imediato é 41,73 e depois 40,09.

MM200 vem segurando todas as altas dos últimos meses e por isso passa a ser um bom objetivo caso nos dê entrada de compra para swing no rompimento da máxima da semana prévia (43,43) depois a resistência será 44,38, limiar para altas mais importantes!


PETR4 19/09/2010 - PETR419092010.jpg (105 kB)

Petro não atingiu os pontos que indicamos para compra na semana passada e expande o que parece ser um triângulo descendente com amplitude grande:

A LTB que foi confirmada com o último teste na semana passada pode favorecer uma primeira compra (1º) quando rompida, sendo que a compra mais segura será no ponto 2º, com objetivo imediato até a MM200 (azul).

A perda do suporte imediato será bem prejudicial a ação, mas não deixa de ser uma possibilidade, uma vez que os investidores querem comprar Petro bem "barata" neste momento de capitalização, já que todos os sócios estão sendo diluídos em 34% aprox.

Preços abaixo da MM21 com um gap a ser fechado, nesta ação tudo será possível esta semana!


IBOV 19/09/2010 - ibov19092010.jpg (107,3 kB)

Índice Devolveu quase tudo que subiu na segunda durante toda a semana:

Fechou abaixo da MM8 sinalizando que o teste nas MM21 e 200 é quase inevitável. Ponto positivo que as médias estão apontando para cima e o teste pode ocorrer mesmo que os preços lateralizem.

Caso este suporte seja vencido temos a LTA em 65277 neste momento que deverá ser testada antes da precipitação até a base onde indicamos baixa.

Da análise da semana passada fica o rompimento falso do pivot de alta, mas ainda indicamos 67700 pontos como patamar importantantíssimo a ser vencido para que a alta busque o topo do ano.

Estamos em alta mas muito junto do limiar para tendência indefinida, paciência nas compras e/ou atenção individual aos ativos, pois alguns setores tentem a descolar do índice neste momento do ano.


IBOV 12/09/2010 - ibov12092010.jpg (98,9 kB)

Atualizando o cenário macro deste mercado, vemos que a semana do feriado foi pouco proveitosa no que diz respeito a volatilidade baixa dos pregões, mas no que se refere a tendência temos uma alta se solidificando.

Lateralizamos em cima da MM21 e MM200. Caso seja rompido 67700 esta se voltará para cima. MM9 já cruzou MM21.

No caso de uma realização de lucros temos uma longa queda até 63770.

Tendência atual é indefinida


USIM5 12/09/2010 - USIM512092010.jpg (108,3 kB)

Ação caiu bastante no mês passado e agora esta prestes a romper um PBO de venda caso perca 44,06.

Set up bem frequente no intraday e raro no diário. 43,52 é o suporte final e onde as vendas devem acelerar em caso de superação.

Por outro lado a aproximação da MM21 se superada pode levar os preços até MM200 (50,59).

Ativo bem interessante, seja para trade ou para aprendizado de comportamento no diário de um set up pouco frequente.

Estaremos atentos a ele na superação de 45,93 entraremos comprando na máxima do candle que superar esta resistência.


BBAS3 12/09/2010 - BBAS312092010.jpg (103,5 kB)

Seguindo a tendência marcada na semana passada BB rope antigo suporte 28,62, que agora passa a ser a resistência, e pode buscar o fundo em 27,43.

Preços operam abaixo das médias de longo e curto prazo, com a de 21 e 9 apontadas para baixo.

Cenário de venda para o papel, que só muda depois que as médias de 9 e 21 forem superadas pelos preços.


BBDC4 12/09/2010 - BBDC412092010.jpg (108,3 kB)

Atualizando BBDC4 vemos que ativo testou 30,59 como colocamos na semana passada e ensaia romper a LTB.

Preços acima da MM21 com MM9 voltada para cima.

Ótima opção de compra no rompimento da LTB ou na superação de 31,58, onde qualifica o pivot de alta no diário.

MM200 segura ação em caso de realização


VALE5 12/09/2010 - VALE512092010.jpg (122,4 kB)

Cenário para a ação reverte e fica mias negativo no curto prazo.

Depois de testar 44,34 (50% de fibo) duas vezes, ceder a MM200, agora começa a aperar abaixo da MM21 e de 9 períodos.

No diário começa a fezer topos e fundos descendentes e caso rompa 40,51 para baixo pode montar pivot de baixa.

Em caso de alta a MM200 deve ser a resistência a ser testada para que os preços voltem a subir.


PETR4 12/09/2010 - PETR412092010.jpg (136,6 kB)

Atualizando a situação de petro depois de uma semana bem negativa mas que, ao contrário do que muitos estão falando, coloca o ativo em ótimo condição de compra.

No fechamento da semana ativo deixa uma estrela  depois de ter tocado a mm21. Ùma alta nos preços significará que a média de 21 passará a apontar ara cima tb e o tivo poderá ser giudo pelas médias de curto prazo até o topo 29,72.

Antes disto, rompendo o topo prévio em 29,30 monta pivot de alta interessntíssimo.

Compra arrojada: 29,30 (candel fechado acima)

Compra segura 29,72

Objetivos continuam sendo os analisados na semana passada. Vejam que o aproach usado na análise para esta semana é diferente, em relação ao usao de Fibo, mas as resistências continuam sendo as mesmas.

A perda do fundo será uma tragédia para a ação, e poderá abriri venda para day trade.

Capitalização em curso, ativo promete alta volatilidade estes dias com especulação em torno do sucesso da operação.


ibov050910.jpg (129 kB) IBOV - 05/09/2010

Mercado prepara arancada na superação da máxima da semana prévia, uma vez que rompeu a MM21 e faz agora pull back nesta média.

Temos um canal onde os preços estão ocilando desde de maio, podemos ir buscar o topo que seria acima dos 70000pontos.

Caso a MM21 não segure os preços devemos buscar o suporte na linha de 50% de fibo, onde a LTA deverá se encontrar.

A verdade é que os investidores estão concentrados em sair de OGXP3 e entrar em PETR3 e PETR4, desta forma o índice fica parado enquanto estes ativos tem dias de alta volatilidade.

A semana que inicia, devido ao feriado de terça deverá ser vazia em volume, e como teremos feriado na segunda nos EUA o pregão será ainda mais vazio e as movimentações deste dia menos importantes para o retorno das atividades na quarta, assim caso façamos trades devermos analisar se deveremos permanecer comprados até o meio da semana, e esta definição passa por termos uma realização parcial boa no dia de amanhã para podermos ter confiança de sucesso no trade.

Com movimentações mais laterais nos últimos dias e semanas, esperamos um direcionamento maior para que os swings sejam mais constantes em nossa atividade.


vale050910.jpg (110,2 kB) VALE5 - 05/09/2010

VALE5 monta cenário para romper TH. Congestão atual levará os preços além da resistência parcial mostrada no gráfico, com certeza não será rápido, mas o rompimento da linha de 38,2% de fibo significará a abertura da possibilidade de compra mais forte no ativo.

Por outro lado as vendas tomando conta das ações devem levar os preços até o fundo marcado pelo linha de 68% de fibo.


petr4050910.jpg (128,3 kB) 05/09/2010 - PETR4

 

 

Petro sobe forte na semana que passou e desta forma foi exceção no mercado, vejam que mesmo com os candles amplos de quarta, quinta e sexta, o ativo ainda esta dentro de um acongestão maior.

O rompimento da congestão na forma que o ativo esta não é atraente para swing, pois esta muito esticado, o ideal é que congestione junto a linha de 38,2% de fibo para então buscar as resistências parciais indicadas no gráfico.

Ação bem interessante para longo prazo também.


USIM5050910.jpg (128,9 kB) 05/09/2010

Das siderúrgicas é nossa indicação para especulação.

Vejam que um congestão bem grande foi rompida para baixo na semana passada e está sendo testada pelo candle de sexta feira em sua máxima.

A MM21 a pique parece que vai carregar o ativo para baixo em busca do fundo, mas caso tenha força para vencer a resistência indicada no gráfico entraremos comprados com o objetivo nas linhas de fibo, primeiro 50% e depois a de 38,2%.


bbdc4050910.jpg (116,1 kB) BBDC4 - 05/09/2010

Depois de subir muito em julho Bradesco bateu na linha de 38,2% de fibo e voltou até a média de 21 períodos. Trabalha com condles amplos nestas duas últimas semanas, mas sem sair do lugar.

Neste ponto, quanto testa antigo topo como suporte junto a MM21 podemos ter uma pressão de compra até as resistências marcadas no gráfico.

Ativo trabalha sem congestões mias longas, monta pivots para subir/cair.

Caso as vendas sejam mais intensas, temos 50% de fibo junto a MM200, o que seria um teste interessante para o longo prazo, como suporte.

Rompimento da máxima da semana prévia nos permite entrar na compra, com os objetivos assinalados no gráfico.


BBAS3050910.jpg (114 kB) BBAS3 - 05/09/2010    

Ativo interessante para esta semana, gráfico mostra suportes e resistências para esta semana.

Rompimentos devem ser seguidos dos movimentos que as setas demonstram. No caso de alta a seta verde e para a venda a vermelha.

No momento o suporte junto a MM200 esta sendo testada após rompimento prévio, portanto esperamos que o suporte junto a seta verde seja testado esta semana. No radar para swing.


BBAS3  28/08/2010   BBAS3280810.jpg (132,1 kB)

Papel um tanto quanto difícil de operar nos últimos anos, pois ficou de lado sem tendência. Este ano com novas medidas do governo o banco tomou fôlego e decolou, fazendo novo TH (Topo Histórico).

Luana solicitou a análise e devemos dizer que realmente a posição da ação merece atenção.

Vejam que o ativo trabalha com pico de volume nos fundos como o que ocorreu em 30/06/2010. Na sexta já tivemos um início do aumento esperado para reversão de tendência.

O fato de estarmos sobre a MM200, que será testada pela primeira vez depois que foi rompida com muita força em julho deste ano contribiu para isto. Suporte natural em 61,8% de fibo onde temos três picos anteriores, acima de 28,40 aceleraremos até a MM21, que é o outro ponto positivo do trade, esta bem afastada dos preços.

Vamos ficar atentos a este ativo, que nem sempre acompanha o mercado, isto é, em alguns momentos ele pode ser anticíclico.


IBOV 28/08/2010   ibov280810.jpg (134 kB)

 IBOV já começa retorno para MM200 (abaixo da MM21) e a 61,8% de fibo (linha verde). Ponto para ficar esperto, pois pode decretar fim do repique.

Caso as compras continuem podemos buscar 67700 pontos, que é o topo prévio, o que já descaracterizaria o pivot de baixa, mudando novamente a tendência de baixa para indefinida novamente.

O suporte imediato é 63000 pontos que se não segurar as vendas pode trazer o mercado até 62700 pontos.

Semana promete ser mais comprada mas não podemos esquecer que um pivot de baixa já foi acionado no diário...devemos fazer compras, realizar parcial e, caso os touros vençam o embate com os ursos, persistiremos nos trades.

Para o caso das vendas o suporte citado é um limite para o desfiladeiro que os preços podem enfrentar caso não segure as ações, vamos ver o que teremos esta semana.


VALE5 - 28/08/2010  VALE5280810.jpg (131,1 kB)

Com Vale não teve frescura: Desceu forte e com GAP de respeito.

Na sexta candle testou limite do gap e já apontou que o fechamento pode ser feito na segunda, mas como o mercado anda meio esntranho não fizemos entradas.

O movimento de compra pode levar ação até 42,79 caso 42,29 seja rompida. Neste ponto os preços podem reencontrar a MM21  e 200, o que pode gerar uma onda de venda.

No caso de retomada de venda o suporte é 40,15 para este movimento, bem próximo dos preços, mas depois disto só em 37,43. Vamos ficar atentos.


PETR4 28/08/2010   PETR4280810.jpg (138,1 kB)

Petro preocupa investidores, mas para nossas especulações pode ser um bom ativo para operações dentro da congestão: S25,53 e R30,29 (linha branca e azul de fibo)

Rompendo a máxima de sexta abre compra pelo menos até a MM21.


USIM5 - 28/08/2010  USIM5280810.jpg (130,2 kB)

Ativo mais interessante para um repique devido sua distância a MM21 e de 200. Muito próximo de suporte testado duas vezes em 41,90 (perfeito para compra).

Martelo de sexta configurou um FFFD no diário, que tem bastante força, mas só será deflagrado acima da máxima de sexta. No intra day podemos fazer entrada comrpada caso seja esta a tendência e aproveitar o movimento num possível rompimento.

Mas a presença do suporte bem próximo parece atrair os preços até ele, e é este o ponto de entrada de muita gente.

Resistência 45,88


BBDC4 - 28/08/10    BBDC4280810.jpg (137,9 kB)

Bradesco caiu a semana inteira e na sexta fez candle de alta importante, que só não engolfou o anterior por que abriu acima do fechamento de quinta.

A distância para a média de 21 não é muito grande mas o que chama a atenção para esta entrada é o fato do ativo ter segurado sobre 61,8% de fibo.

Acima de 30,62 teremos força para buscar MM21.

Suporte fica sendo 29,78 e resistência 30,62


22/08/2010 VALE5  vale5220810.jpg (140,7 kB)

Carrega o índice nas altas e segura nas quedas, monta pivot de alta acima de 44,71.

Perdendo 42,63 reverte tendência e busca o fundo 37,43 (opção remota, mas.....)

Junto com BBDC4 é a melhor opção para compra.


22/08/2010 PETR4  petr4220810.jpg (127,9 kB)

Petro está sofrendo. Sobe no tranco e cai como pedra. No curtíssimo deve tocar 26,23, mas pode voltar ao fundo em 25,75.

Notícias e boatos motivam o mercado em relação a empresa, e isto é perigoso para swing. Ficamos de fora por enquanto observando o rumo do ativo.

Resistência: 27,39/27,56


22/08/2010 USIM5 usim5220810.jpg (137,6 kB)

Ação demonstra fraqueza, perde congestão importante e ruma ao fundo em 41,75.

Vendas para day trade serão nossos objetivos.

Compras acima de 49,12 (resistência)

Suporte: 45,94/43,29


22/08/2010 BBDC4 BBDC4220810.jpg (135,4 kB)

Desde nossa última análise o ativo marcou fundo em 30,80, e lateralizou fazendo um rompimento falso de 31,49 pontos, o que é mal sinal.

Planejamos uma entrada no ativo antes dos 31,49 pontos, mas dependerá da abertura na segunda, que caso seja forte pode ultrapassar este patamar de cara. Candle de sexta é interessante para compra e venda, devemos ficar atentos, pois indica indecisão do mercado em relação ao papel.

Suporte: 30,70

Resistência: 31,59/31,98


ibov220810.jpg (136,8 kB) Análise semanal do IBOV 22/08/2010    

Mercado rompeu 66500 pontos na segunda feira e na sexta feira já estava de volta a este patamar. Plotou um hammer na sexta que sempre gera expectativa de reversão do movimento prévio, ainda mais quando fica em cima de suporte/resistência. No caso o candle esta sentado no suporte de curtíssimo prazo e vem de dois dias de realização, portanto a sequência clássica seria de alta.

Do ponto que estamos as oportunidades de compra ficarão mais claras acima do topo da semana passada (3 candles: terça, quarta e quinta) em 67745 pontos, com objetivo de 68800 pontos e depois o topo do ano (100% de fibo no gráfico abaixo).

Na perda de 66300 pontos iniciaremos a queda até 50% de fibo em 65000 pontos, podendo extender-se até 65400 pontos.

Ressaltamos que os dias de alta foram marcados por alto volume e de baixa por pouca movimentação financeira, isto é um belo sinal de mercado em alta, mas para que seja confirmado teremos que ultrapassar o topo da semana passada. Parece que tudo conspira para o topo do ano, mas devemos nos ater aos sinais do mercado, e para isto os suportes e resistências citados serão nossas referências.

Momento de indecisão, abertos a vendas e compras.


USIM5 - 15/08/2010

USIM5 150810.jpg (147,4 kB)

Das siderúrgicas é o ativo com maior potencial, sofre para se livrar do suporte 48,26 aprox. A perda deste patamar complica bastante a ação. Mas nosso objetivo é a compra acima de 50,31 onde pode ganhar foça e caminhar para o rompimento de 52,37 e voltar a buscar o topo.

Pelo histórico da empresa podemos vê-la lateralizar por longo período dentro da faixa entre 61,8% e 38,2% de fibo por um longo período e as oportunidades de swing ficarão dentro deste retângulo.


BBDC4 - 15/08/2010        

BBDC4 150810.jpg (141,2 kB)

Bradescão é personagem de grandes alegrias e tristezas para nós, e mesmo assim segue sendo nosso preferido para swing, pois quando vai, vai forte!

A situação do papel está bem simples:

Caiu forte em GAP depois de romper o topo do ano em 31,50 aprox, e fazer nova máxima (32,66). Neste momento a queda assusta pois parece ter formado uma ilha no topo. Testou resistência (linha azul) no intraday de sexta e caiu com volume.

Acima da linha azul é compra para swing.

Abaixo da mínima da semana 30,60 é venda, e trabalharemos para day trade.


VALE5 - 15/08/2010

VALE5 150810.jpg (138,8 kB)

VALE5 no radar para compra. Ativo mais forte, caiu com o mercado mas retornou para o topo da congestão que esta testando. Como estamos em 38,2% de Fibo e o ativo cedeu a linha de 50% desde o topo do ano em 51,16, a ultrapassagem de 44,28 torna o ativo atraente no curto prazo para swing, com stop gain em 45,90.

Gostaríamos de entrar antes do rompimento, vamos acompanhar de perto.

Na queda o suporte de curtíssimo prazo é a mínima da semana que passou em 41,72 e depois 40,86 fechando GAP.

Vamos ficar atentos.


PETR4 - 15/08/2010    

Petrobras esta bem complicada desde maio, quando as questões de capitalização da empresa começaram a ser questionadas, desde então vem dentro de um retângulo com as extremidades em 30,0 e 25,80. Busca neste momento uma LTB mais longa na alta e no caso de baixa pode vir a testar a LTB rompida sem nenhuma vontade e testar novamente 25,80.

petr 150810.jpg (142,5 kB)

 

Na sexta saiu o balanço da empesa, e as dívidas de curto prazo chegaram no limite admissível. A capitalização tem que sair o mais rápido possível e com muito sucesso. Só assim podemos voltar a ter movimentos de alta importantes. Por isso acreditamos que na semana que começa amanhã o ativo deve sofrer nova queda, e podemos aproveitá-la para day trade.


15/08/2010 - IBOV semanal

IBOV testou vários dias 68500 pontos dando pinta que estava acumulando para nova carga de alta até o topo, mas esta semana cedeu até a cabeça do pivot/topo da congestão em 65500 pontos e fez breve repique na quinta e na sexta. Talvez se DJ tivesse operado mais positivo poderíamos ter voltado ao patamar da semana passada, mas a verdade é que neste momento, como mostra o gráfico abaixo, estamos em situação crítica para nova entrada de foça de venda, perdendo o suporte 65500 pontos podemos descer até a LTA que se desenha, e ainda não confirmou-se devido a ter sido testada apenas 1 vez. Neste caso estamos trabalhando com objetiivo em 63700 pontos no caso de queda. Este patamar é 38,20% de fibo e a LTA provisória.

ibov 150810.jpg (143,3 kB)

Para a possibilidade de alta temos resistência em 68500 pontos, rompida abre caminho fácil para o topo do ano em 71700 pontos.

Indicadores apontam dias de venda, mas podemos ter uma nova semana lateral antes que uma direção seja tomada.

O topo de sexta caso rompido já seria um sinal bem importante para podermos fazer entrada em ativos mais positivos e  que colocaremos suas análises na sequência.

 


IBOV semanal 08/08/2010

 

Postamos hoje o gráfico diário (acima) e o semanal (abaixo) com indicadores importantes: IFR, TRIX e MADC.

A setagem para cada um deles é a seguinte:

IFR:Cutler, período 9 e média 5;

TRIX: período 9 e média 3;

MACD: modo ocilador nos períodos: 12, 26 e 9 na sequência.

Usamos muito estes três para confirmações de tendência, visto que todos eles usam as médias em seus cálculos, eles devem confirmar o que analisamos direto nos valores plotados, ou até mesmo adiantar algum tipo de movimentação.

Desta forma vejam que os três indicam a tendência de venda, sendo que a sequência foi: MACD, IFR e por último o TRiX na sexta feira.

Olhando o passado recente do mercado, visualizamos que o direcionamento destes indicadores nos aponta para uma realização em breve, forte ou fraca não é possível dizer, mas com certeza novo cruzamento da linha azul do IFR sobre a vermelha indicará uma lateralização que poderá nos levar somente até 66500 pontos. Visto o tamanho do canal que podemos estar montando isto significa quase nada  para o mercado.

Já no gráfico semanal a indicação é oposta:

Os preços cruzaram as linhas de fibo em busca do topo e os indicadores começam a se engraçar. A MM21 apontando para baixo parece a dica de que este rompimento não seguirá enquanto ela não virar para cima ou até mesmo aproximar-se dos preços.

De qualquer forma a tendência é de alta, mas no curtíssimo prazo, quer dizer próximos dias, teremos uma queda até 66400 pontos no semanal.

Desta forma o movimento provável do IBOV é para baixo, mas como faz tempo que ele tinha que ceder e não cedeu, estaremos atentos para acelerações setoriais como por exemplo petróleo (PETR4 e OGXP4), siderúrgicas (USIM5 e GGBR4 para investimento gradual) e bancos (ITUB4, BBDC4 e BBAS3)

Boa semana a todos.


01/08/2010 - USIM5    

Flagelada pelos resultados ruins do segunto trimestre, a empresa foi contaminada pelo vírus do MEDO, muito comum nos investidores mais despreparados.

Não temos a intenção de analisar o balanço da empresa, mas sendo este uma sinalização parcial do ano não seria motivo para deixarmos de negociar com ela, mas devemos ficar atentos para o longo prazo. Nossa carteira de investimento gradual conta com GGBR4 em detrimento a CSNA3 e USIM5 pois os fundamentos da primeira são melhores do que das duas últimas.

Confirmando a queda de USIM5 a briga ficará entre GGBR4 e CSNA3 apenas, caso venhamos a pensar numa migração dentro do setor, mas não é o caso.

USIM5 fica sendo muito interessante caso respeite o canal que plotamos no gráfico abaixo

usim5.jpg (83,7 kB)

Analisem que temos uma LTA que poderá ser respeitada, 0,618 de fibo sendo testada, um aumento muito grande de volume e finalmente um GAP aberto devido ao desespero da semana passada.

Neste sentido, uma sinalização de reversão do ativo pode motivar uma entrada de força de compra muito grande, levando os preços a 55,33 (0,382 de fibo) pelo menos.

Ativo bom de operar e em situação que não condiz com a empresa, até que nos provem o contrário. Vamos acompanhar com carinho.


01/08/2010 - BVMF3   

Não é nosso ativo favorito no setor de bancos mas a sinalização dada esta semana é importante. Rompe congestão de 8 meses em 12,34, testou resistência imediata de 12,80, plotou uma estrela cadente no diário e lateralizou.

BVMF3.jpg (97,2 kB)

MM200 poderá ser ultrapassada pela MM21 esta semana em 12,01, sendo que desde março a última ocila abaixo daquela. Isto posto, a máxima da semana passada é o gatilho de compra do ativo, visando 14,00.

Caso o mercado como um todo realize lucro, o suporte imediato é 12,34, sendo este um ponto fantástico de entrada.


01/08/2010 - Análise semanal do IBOV

Para esta semana, início de mês, uma realização de lucros seria saudável para o mercado, e para isto o patamar de 66200 pontos seria o ponto de parada, pois é exatamente onde passa a MM200 no diário como podemos ver no gráfico abaixo
ibovf.jpg (86,4 kB)

No gráfico fica bem claro o canal do mercado, que pode vir a testar o suporte mais abaixo em 62500 pontos, mas esta hipótese parece bem mais remota do que a 1 mês atrás, quando todos imaginavam o mercado em 58000 pontos.

Lembramos que historicamente agosto tende a ser um mês baixista, assim devemos ficar atentos aos sinais de exaustão de compra, que seriam basicamento os preços trabalhando abaixo da média de 21 períodos.

Em caso de rompimento da máxima da última semana a resistência passa a ser 68000 pontos, cabeça de um pivot, inclusive na figura abaixo fica mais claro ainda a necessidade de uma lateralização, no mínimo, do mercado, pois a MM20 está muito longe, e neste estudo o ponto de congestão ideal seria 66500 pontos, sendo este o patamar de fibo  de 0,382 desde o topo.

ibove.jpg (87,1 kB)

Acima de 68000 pontos o teste em  72000 fica aberto e pode ser acelerado, portanto devemos ficar atentos. Maioria dos ativos está esticado, mas PETR4 parece ser a bola da vez. Contudo a questão de petro é muito mais política que mercadológica, e só quando as questões de capitalização da empresa forem sanadas é que a empresa poderá voltar ao mercado, mas ficaremos de olho, afinal de contas o spread entre ela e VALE5 nunca foi tão grande, e ocorrendo sinalização positiva para o mercado a ação deve disparar para igualar ou suplantar o atual patamar de Vale.

Siderúrgicas estão em nosso radar por terem realizado mais na semana passada, e ocorrendo sinal de reversão deveremos aproveitar e entrar nos ativos.

TNLP4 (Telemar) despencou na quinta e sexta feira e uma entrada no set up de guerrilha não é descartada, para isto a mínima da semana não deve ser perdida na segunda e pelo 30% do candle de sexta deve ser ultrapassado nas primeiras horas do dia.

Ressaltamos o perigo de compra em LREN3 e bancos, o que não significa que os ativos não possam subir mais ainda, tudo depende do mercado, mas não parecem ser os ativos com maior potencial neste momento.

Em substituição a LREN3 temos  LAME4 em boa situação após congestão de uma semana.

E para substituir BBDC4, BBAS3 e ITUB4 a BVMF3 é a sugestão.

Desejamos boa semana a todos e ótimos negócios.


25/07/2010 - PETR4    

Petro travada pelo processo de capitalização não só não acompanhou o mercado, acelerando em deireção ao topo, como só ficou de lado, muito próximo de suporte perigoso, caso perdido.

Independente do processo em que a empresa está, o gráfico da ação nos indica que podemos ter uma ótima oportunidade esta semana na compra para swing.

pet.jpg (164,6 kB)

Quinta feira rompeu congestão de fundo, e na sexta fez pull back fechando exatamente sobre a linha de fibo. O rompimento de 28,28 abre espaço para subida até 30,25, onde preços tem forte resistência.

Tendo o papel subido quase todo este trecho em apenas um dia da última vez, ficaremos de olho na abertura de segunda para aproveitarmos rompimento da primeira hora ou da primeira meia hora, caso DJF esteja trabalhando em campo positivo de maneira mais agressiva.

Lembramos que para início de investimento o período não é bom para a empresa, mas considerando as possibilidades de futuro, hoje a ação está bem descontado em relação aos seus fundamentos.

Vamos ficar de olho, pois estamos posicionados como investidores em PETR4 também.


25/07/2010 - NATU3    

Ação testou topo de dez/2009 em maio deste ano, acumulou próximo do valor de 38,17 (TH), rompendo até 43,00. Faz agora pull back da forte alta e aparenta acumular para nova arrancada.

natu3.jpg (167,2 kB)

Ponto negativo da ação é o fato de já ter testado o rompimento da cabeça do pivot e ter falhado, retornando a média durante esta semana.

Ponto positivo é a alta de volume da quinta feira, sem rompimento do candle anterior (nenhuma extremidade), podendo sinalizar fundo neste ponto para romper pivot de alta e a acumulação mais prolongada, acima da mm21.

MM21 e todoas as outras para cima, preços sobre as médias, assim podemos acreditar em forte movimentação, alta ou de baixa para a semana que inicia.

Entramos na superação da máxima de sexta em 41,60  (agressivo), mas para trades mais conservadores o início deverá se dar em 42,00, que significará o rompimento da semana que passou.

Em caso de venda 39,70 é o suporte imediato e a perda deste ponto indica pivot de baixa no diário.


25/07/2010 - Análise semanal do IBOV    

Para esta semana temos teste importante para os touros em 66600, 61,8% de fibo desde o topo dem 72000 pontos e com o mercado esticado desde 63500 pontos, desta forma de maneira natural podemos ter pregões laterais para acumular e reduzir os indicadores de compra, abrindo desta forma espaço para uma alta forte e rompimento confiável desta resistência.

Volume começou alto na semana e terminou decaindo, caso volte a subir pode indicar o início da realização, muito normal neste ponto do mercado, até a cabeça do pivot em 64500/63500.

ibo.jpg (166,7 kB)

 

Caso tenhamos o rompimento logo cedo na segunda feira fica a expectativa de uma realização forte, pois os investidores não perderam a chance de colocar o lucro da última semana na bolso e fazer o esticão do fim de mês com segurança. Acreditamos desta forma em uma aceleração das compras na quinta e na sexta, para uma confirmação do mercado de alta.

Como suporte direto temos 63500 pontos que deve ser o ponto a ser testado antes de nova alta. MM21 já aponta para cima, estamos com os preços acima das médias de curto e longo prazo, quer dizer, a tendência deixa de ser indefinida e passa a ser de alta caso, após o teste em 63500 pontos o pivot de alta seja montado, e caminharemos forte para o TH (topo histórico do índice)

Em relação aos ativos o que isto quer dizer? Quer dizer que VALE5 e principalmente PETR4, que anda meio de lado pois os investidores estão contrariados com a demora na capitalização da empresa, pode acelerar e nós queremos aproveitar da melhor forma.

Quem acompanhou o blog durante a semana sabe que estamos comprados em BBAS3, já tendo realizado 2,75% de lucro e a ação continua subindo.

Para semana colocaremos análise de NATU3 e PETR4 pois estaremos de olho para montar posições de prazo mais longo nestas duas empresas.

Boa semana a todos e bons negócios


18/07/2010 - IBOV análise semanal    

Olhando o gráfico diário do IBOV podemos ver que na sexta feira o mercado sinalizou, através de um candle sem sombra, que entramos em momento maior das vendas, já que a lateralização de seis pregões foi perdida para baixo, e já podemos começar a trabalhar com os preços abaixo da média de 21 na segunda feira (todas as outras tb: 9 e 50).

Depois de testar 63400 (32,8% de fibo) o índice tende a testar o fundo em 58000 pontos, com suportes em 62000/60800, sendo que perdendo este primeiro monta-se um pivot de baixa, que acelerará a queda dos preços.

ibovg.xps (740,1 kB)

Neste panorama PETR4 e VALE5 podem ser os carros chefes, uma vez que os dois ativos mostraram que as realizações voltaram com força e podem testar os fundos que analisamos na semana passada e que indicamos no blog na sexta feira.

Só voltamos a ter compras em nosso radar quando os ativos romperem (hipotéticamente) as máximas da semana que acabou.

No radar: PETR4, VALE5 e ITUB4 todas para Venda.

Para Compra: NATU3, CPLE6 e AMBV4.

Boas semana a todos  e nos acompanhem diariamente pelo blog.


11/07/2010 - BBDC4

Ativo é um dos nossos preferidos e honestamente fez um movimento de alta imperdível.... que perdemos, fazer o que? Aguardar e entrar na primeira chance que tivermos.

A situação do ativo é muito interessante, plotou candles de grande amplitude e com muito volume na quinta e na sexta feira que o levaram exatamente a testar 32,19: 38,2% de fibo desde seu topo histórico até o fundo em 28,09. Fora que a LTB (32,63 encontra-se bem próxima e pode ser confirmada caso o papel volte a cair.

Neste momento não acreditamos em novas altas, o que não significa que não a acompanharemos caso ocorra, pois estamos muito distantes das médias e seria bem interessante uma acumulação de pelo menos uma semana para que o movimento de rompimento de Fibonacci nos levasse até o topo Histórico (TH).

Estamos de olho e os movimentos do ativo prometem bastante resultado para os investidores.

BBDC4e.xps (780,2 kB)


11/07/2010 - VALE5    

Ativo rompeu a lateralização de 5 pregões na quinta feira e na sexta abriu forte, testou 39,52% de fibo e acabou cedendo, quase retornando abaixo da MM9. Para sinalizar forte baixa só falta a MM200 virar para baixo, mas parece que estamos iniciando uma recuperação até os 40,30 caso a máxima de sexta seja vencida e mantida.

Na ponta vendedora o patamar de 37,22 é o suporte, muito forte e que se for perdido decreta queda livre do papel.

Vamos acompanhar.

valee.xps (683,3 kB)


11/07/2010 - IBOV    

Como comentamos na semana passada, acima de 63400 pontos podemos entrar em forte compra no mercado, e na sexta feira fizemos o teste do patamar citado.

Neste ponto temos 61,8% de fibo e a MM21 segurando os preços no diário, portanto vamos ficar atentos pois, rompendo esta barreira, devemos ir direto até 65000 pontos e depois até 66500.

Por outro lado, caso o mercado volte a sofrer maior pressão de venda, o primeiro suporte será 60800pontos, que sendo vencido monta pivot de baixa para romper os 58000 pontos.

Mercado com todos os indicadores mostrando baixa (MM21, MM200 e MM9), mas testando resistência que poderá significar retomada de compras.

ibove.xps (731,9 kB)

No gráfico semanal temos uma configuração mais altista, com um harami plotado logo abaixo da mm21 e acima do suporte dos 60000 pontos, levando a crer no novo teste dos 66000 pontos onde esta a MM21. Isto cai por terra caso a mínima desta última semana seja perdida, o que levaria ao possível rompimento do suporte e teste nos 58000 pontos.

No semanal fica bem claro a lateralização do mercado desde de setembro de 2009, e que estamos próximo do suporte que se perdido poderá nos levar a patamares dos 55000 pontos (MM200).

ibovf.xps (744,7 kB)


11/07/2010 - Análise de PETR4

Petro fez uma recuperação está última semana, mas não chegou a 32,8% de fibo desde da última alta e deixou um candle de reversão no diário. Rompendo a máxima da semana pode entrar em um movimento de compra mais forte e testar o topo mais próximo, quem sabe para montar um pivot de alta, mas todos os indícios ainda são de baixa (preços abaixo da MM21, topos e fundos descendentes e média de 200 querendo virar para baixo e bem acima dos preços).

Vamos acompanhar o ativo, mas somente pela sua relevância em relação ao índice (IBOV), pois as condições de compra ainda estão prejudicadas.

Qualquer modificação neste panorama comentaremos no blog.

PETR4e.xps (629,6 kB)


04/07/2010 - Os demais ativos que estamos acompanhando são:  ITSA4, USIM5 e BBDC4.

Setor de bancos, lojas e companhias elétricas devem acelerar nas compras, tendo em vista o período do ano.

Setor de siderurgia deve ficar mais fraco e com movimentos mais amplos, muito interessante para day trade.

Novidades sobre eles e possiveis entradas na compra ou na venda serão postadas durante a semana no blog do site.

Boa semana.


04/07/2010 - CPLE6 para compra

CPLE6 mais forte que o mercado, está muito aberta para compra, mas o momento ideal seria no recuo a mm200 no diário (35,01). Caso os preços voltem a subir sem o teste descrito anteriormente, podemos e vamos apreveitar a subida até o topo histórico do ativo.

CPLE6a.xps (664,1 kB)

No semanal os preços podem romper 38,2% de fibo e os preços tendem a acelerar.

cple6b.xps (745,4 kB)

Vamos acompanhar o ativo durante esta semana.


04/07/2010 - análise Semanal do IBOV    

`Pessoal,

semana que passou caracterizou-se pelo rompimento da LTA provisória que plotamos na semana passada, mostrando a força de vendas e de proteção do capital por conta dos investidores, que sentiram-se fragilizados pelas notícias econômicas do mundo. De forma bem clara o movimento atual não muda a possibilidade de alta para os próximos dias, uma vez que a ultrapassagem das médias que agora encontram-se acima dos preços poderá desencadear novas perspectivas de compras. O mercado vem andando de lado e os cruzamentos de médias mais longas vem sendo mais frequentes.

No gráfico diário (ibovc.xps) a perspectiva de venda acentua se fecharmos abaixo de 60800 pontos e as compras podem ser retomadas acima de 63400 pontos. Médias de longo prazo como 50 e 200 podem frear a subida e forçar os preços mais para baixo ainda.

ibovc.xps (689,6 kB)

No semanal (ibovd.xps) a média móvel de 21 virou para baixo e mm50 e 200 estão logo abaixo segurando os preços junto a LTA para cima. Movimento descendentes abaixo das médias mais longas seria um desastre para os comprados e uma festa para o vendidos, pois o mercado pode acelerar e muito a queda.

DJ não está ajudando a segurar os valores, pelo contrário, aumenta a expectativa de mais realizações.

ibovd.xps (803,6 kB)

A queda da semana passada foi forte e típica de mercado fragilizado por péssimas perspectivas, mas a verdade é que estamos importanto uma crise, pois nossa economia mostra-se saudável e forte, mas a bolsa de valores não vai levar em consideração situações internas se as externas continuarem ruins.

Vamos trabalhar com as duas possibilidades, pois é assim que sempre deve ser, nunca adivinhamos um sentido, sempre seguimos a tendência macro do mercado e aproveitamos a onda.

boa semana e bons negócios


27/06/2010

Bovespa Semanal:

Nesta última semana o mercado fez o recuo que previmos no fim da semana passada mas não tão forte como gostaríamos, pois um recuo forte poderia abrir possibilidade de nova subida dos preços de maneira mais convicta.

Neste instante o fechamento mostra que o mercado toca em uma LTA que se for respeitada passa a ter mais força no futuro, para isto esta semana que iniciamos deve ser de alta, ou pelo menos evitar fechamentos muito abaixo dela.

ibova.xps (638,2 kB)

O valor objetivo era 63300 para o recuo, como não alcançamos este patamar e o mercado voltar a subir podemos entender que estamos com uma vontade de compra muito grande, de outra parte o teste em 63300/63200, abaixo da LTA que estamos indicando seria normal e não mudaria uma possibilidde de alta futura.

Nas análises postadas para esta semana mostramos que ativos de pelo menos 3 setores estão entrando em uma tendência de alta bem forte (ITSA4, CPLE6, MMXM3 e CSNA3) e desta forma não podemos ficar alheios a este movimento, mesmo o volume dos últimos dias estando bem abaixo da média.

No semanal a mm20 volta-se para cima, mesmo com os valores de preço abaixo dela, assim temos um quadro bem positivo que só será confirmado se os indicadores americanos e europeus nos ajudarem, pois infelizmente o investidor externo é muito importante para a liquidez do mercado e para o humor do mesmo.

ibovb.xps (707,4 kB)

 

Boa semana e bons negócios


27/06/2010

Compra para swing: Análise de ITSA4, MMXM3 e CSNA3    

como postamos na semana passada estamos acompanhando os ativos citados acima para operações de swing trade, podendo extender para position caso o desenvolvimento seja bom.

Na verdade esta semana incluímos CSNA3, pois sua irmã USIM5 fez um rompimento e uma esticada bem interessante e totalmente diferente dos demais ativos de seu setor. Como a empresa não divulgou informações novas de aquisições/novos negócios, fica claro que a falta de recursos do mercado, que estamos acompanhando, faz com que os investidores concentrem seus insumos em um ativo por vez.

Mas independente do motivo devemos estar preparados para uma bela movimentação na semana que vem.

Nas análises indicamos sempre a entrada na linha de 38,2% de fibo, com o fechamento do ativo acima desta linha. No caso estaremos acompanhando os papéis no intraday, e caso nossa entrada seja abaixo do valor da análise, para day trade, e o ativo faça o rompimento ficaremos no papel para o período de swing, 2 a 3 dias.

Podemos até aumentar a posição investida caso o candle seja rompido no dia seguinte.


CSNA3b.xps (638,7 kB)
ITSA4a.xps (694,6 kB)
itsa4b.xps (897,6 kB)
MMXM3a.xps (612,8 kB)
MMXM3b.xps (662,6 kB)
CSNA3a.xps (621,6 kB)

Fizemos análise para diário (a) e semanal (b) para que a transferência de período possa ser feita se for necessário, mas este tipo de situação nós não indicamos, o trade deve seguir sempre a estratégia original.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


ITSA4 - entrada para swing trade na compra

Pessoal,

Itaú testou duas vezes a linha 11,75 (38,2%) e fez leve recuo dos preços, com IFR9 alcançando 90%. O primeiro candle que abrir e fechar acima disto nos dá entrada com objetivo em 12,58.

Por ser uma ação interessante para day trade, estaremos fazendo trades nela esta semana para poder aproveitar algum rompimento prematuro, que pode impulsionar os preçoes, mas não acreditamos que tenha folego para seguir a frente devido aos seus indicadores e a distâncias das médias como em MMXM3.

Um leve toque na mm9 pode fazer uma bela diferença, vamos acompanhar.

 ITSA4.xps (830,1 kB)


MMXM3 - indicação para compra de swing trade

 

ativo mais forte que a média,  já rompeu mm200, fez pequena congestão lateral em cima da linha de 50% de fibo e agora segue para 12,34 onde seria nosso ponto de entrada sobre a linha de 38,2% de fibonacci.

Como os indicadores estão no limite para compra, esperaremos que mesmo chegando forte ao ponto indicado, seja feito um pull back, ou uma realização para aliviá-los para então podermos montar posição comprada com menos riscos.

No caso a estratégia é entrar na superação do candle que abrir e fechar acima de 12,34, sem que este valor seja rompido acima de 2%, pois desta forma é mais garantido aguardar o pull back até 12,34 e entrar no início do pivot de alta.

Ressaltamos também a distância da mm21 e de 9 para os preços, isto é um sinal claro que posições montadas agora poderão ser stopadas facilmente.

MMXM3.xps (802,3 kB)

Estaremos acompanhando este ativo esta semana, para podermos entrar na semana que vem ou até mesmo na próxima, uma vez que a distância das médias não é um bom sinal neste momento.


IBOV para semana 21-25/06

Pessoal,

o índice alcançou 65000 pontos e sentiu bastante as vendas deste patamar, muito pela semana conturbada nos EUA com vencimentos de índices e opções, mas neste instante a sinalização é de queda até a média de nove e a linha de 61,8% de fibo, seja para aliviar o IFR (em 90%) ou para montar um belo pivot de alta na sequência dos fatos. Portanto, uma pequena realização até 63300 será saudável e não mudará em nada a possibiliade de novas altas futuras.

IBOV.xps (858 kB)

No semanal fica clara a força de venda deste instante, uma vez que o candle deixado com sombra grande é uma característica deste movimento. Penetrando em 64500 as resisitências serão 65800 e 67000, mas de novo não acreditamos em auma arrancada, pelo menos no início da semana devido aso índices estarem Over bought. Um recuo no semanal denota um pivot de baixa, portanto, como dissemos na semana passada, teremos que conviver com esta situação ambígua entre semanal e diário, até que uma direção seja sinalizada.

semanalibov.xps (881,3 kB)

 

Boa semana!


12/06/2010 - VALE5 para semana


vale5semanal.xps (775,3 kB)
Vale5diario.xps (760,1 kB)

Acima de 42,04 este ativo confirma alta após teste na mm21 como suporte (ver gráfico diário), tendo como próximo obstáculo 42,74 (61,8% de fibo da última grande perna de baixa).

Vale em ótimo ponto de compra, uma vez que indicadores estão deprimidos e no semanal tocou a LTA na semana retrassada e na passada e iniciou reação. Acima da máxima desta semana será um ótimo ponto de compra de olho nos suportes citados é claro.

De nossa parte esperamos romper a mm200  no diário e então faremos entrada para position (até MM21 no semanal)

 


12/06/2010 - análise semanal de PETR4

PETR4semanal.xps (940,6 kB)

Mantendo a tradição que iniciou no fim de 2009 esta última subida de PETR4 até a média de 9 e 200 no semanal foi com volume muito baixo, vejam no link acima que neste momento os preços tocaram na média de 9 sendo suportadas pela média de 200 que havia sido perdida. Fizemos questão de postar um período maior no semanal para que pudesse ser mostrada a última vez que isto ocorreu em nov e dez de 2008. Depois deste teste os preçoes caíram novamente para então conseguirem ultrapassar esta importante barreira.

Portanto para esta semana esperamos que Petro trabalha na faixa de 31 Reais, mas que volte a ceder na sequência. Esta expectaitva está embasada no fato dos preços não ficarem muitos períodos longe da mm21 (bem distante nesta semana) e o IFR próximo do valor de 30, ascendente.

PETR4 - Compra para semana (swing), mas com moderação.


12/06/2010 - Análise semanal do Ibov

Mercado esticou até o ponto de maior resitência em 63300 pontos nesta última sexta feira. Como mostramos na análise da semana passada este teste era esperado mas a superação pode ser mais complicada do que parece uma vez que muitas resistências estão pela frente, já que passando a LTB, que o último candle faz um "carinho" no diário, o mercado entra dentro da região de congestão com resistências em 65000 (com média de 200)  e 66600 pontos como mostra o link abaixo.

IBOVdiari.xps (739,6 kB)

Acreditamos que o mercado fará uma movimentação interessante de subida nesta semana que segue, mas será somente até a mm9 (64500) e mm21 (66300) no semanal. pois diferentemente do gráfico diário estas médias estão descendentes e muito distantes dos preços, o que torno muito difícil que ocorra novas quedas.

Fica a expectativa do teste em 66600 para esta semana, mas o que pode reverter este cenário é a tão esperada entrada de volume no mercado, caso ocorra na ponta de venda, um mercado lateral será o mais lógico, talvez a espera das médias no semanal.

IBOVsemanal.xps (792 kB)

Indicadores como IFR e Estocástico estão implorando uma reação, vamos observar o mercado e aproveitar o movimento que vier da melhor forma.

Suportes: 62300 e 61600

Resistências: 65000 e 66600

Definição de tendência causa estas situações antagônicas nos gráficos semanal e diário, desta forma no diário podemos montar pivot de alta e no semanal continuamos em baixa, até que as médias sejam rompidas.

boa semana e bons negócios

 

OBS.: postarei os gráficos de PETR, BBDC e VALE a pedidos para esta semana.


08/06/2010 - PBO de compra em VALE5    

Exemplo de compra em VALE5 com uma indicação de venda que não disparou o trade

no exemplo a venda poderia ser feita assim que os preços saíram da BB21 na parte de cima ou seguindo a estratégia com a mm5.


08/06/2010 - PBO CSNA3 - Exemplo da estratégia de Power Break Out down em CSNA3.

No caso os preços vinham abaixo da média de 21 períodos no gráfico de 15 min, potanto no primeiro negócio que rompa o limite de preços de 2/3 da congestão após os candles do início do pregão para baixa inicia-se a venda, com stop para recompra acima do candle que deu entrada no trade, isto é, acima de 26,00 fica o stop de segurança.

O trade deve evoluir seguindo a média de 5, o primeiro candle que fechar acima da linha azul do gráfico indica sinal para sair, no exemplo o sinal foi dado no leilão de fechamento do dia, neste caso a venda fica arriscada, uma vez que no after market os preços podem disparar, mas a estratégia é esta e deve ser seguida.

outra forma de pensar na estratégia de saída seria comprar metade da posição no after market e seguir com a outra metade para o dia seguinte, mas aí depende da corretora, algumas não possibilitam carregar vendas de day trade para o dia seguinte, e do momento do mercado.


08/06/2010 - Índice de terminologias:

GAP: ocorre principalmente na abertura do pregão, mas pode ocorrer durante o dia, caracteriza-se pela distância entre um candle e outro, quer dizer, um range onde não tiveram negócios. Os limites de GAPs são resistências e suportes importantes, uma vez que não existe memória de preços além dos seus limites;

MPH: valor máximo dos negócios na primeira hora de pregão, formado por 4 candles de 15min. Operar comprando acima da MPH é uma estratégia vencedoa em dias direcionais.

mPH: mínima da primeira hora, valo formado pelos mínimos da pimeira hora, bons trades são realizados na venda quando o mPH é rompido em dias direcionais;

FFFD: Fechou fora, fechou dentro acontece quando um candle, em qualquer período, vai além dos limites da banda de Bollinger de 21períodos, para cima ou para baixo. Trata-se de um movimento que deve ser observado para quem gosta de operar contra tendência, uma vez que os negócios sempre voltam a ser realizados junto a média de 21 no cuto prazo antes de seguir uma direção. Para este trade ser iniciado, é importante que o candle feche dentro das bandas antes de se fazer a compra ou a venda.

MM: Média móvel. Sempre seguido pelo número de períodos que está se referindo.

BB: Bandas de Bollinger, também seguida do número de períodos que esta sendo utilizado.


06/06/2010 - IBOV (análise para semana) e abaixo as sugestões de PETR4 e AMBV4

Semana de fraco volume fez o índice andar de lado. Neste ponto a tendência de baixa parece ser mais forte no diário, uma vez que muitas resistências estão no caminho da alta. Os suportes na baixa seriam 60761 na cabeça do pivot desta última alta e depois o fundo usado para o fibo.

Em caso de alta acima de 63400 deve testar 65500 na linha média de fibo.

IBOV Semanal

No semanal o IBOV acaba de testar a LTA, isto mesmo, por baixo. Portanto novas quedas no semanal podem ser muito fortes, uma vez que um pivot pode ser montado. Mas a distância da média de 20 é um fator que pode frear a queda e manter o índice lateral nesta semana.

_________________________________________________________________________________________________________________________________


 

PETR4 - 06/06/2010 (sugestão para seguir tendência do IBOV)

PETR4 mostra muita força para continuar alta, sendo que no semanal as últimas quedas trouxeram os valores do papel muito longe da média de 20, portanto em caso de alta o objetivo seria a cabeça do pivot e na baixa 28,20 passa a ser o suporte antes de despencar para o fundo marcado pelo fibo.

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


AMBV4 - 06/06/2010 (sugestão de alta para semana)

AMBV4 seguindo a tendência de manter-se em alta durante as crises, caminha para o topo histórico, neste momento testa a média de 20 e prepara subida para testar cabeça do pivot e rumar para o topo. Ficaremos atentos neste ativo para altas caso o IBOV volte a cair, pois trata-se de um ativo anticíclico.

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________


04/06/2010 - USIM5    

Abaixo um exemplo de trade com ilha. USIM5 abriu com forte GAP a partir do fechamento anterior, o topo marcado pelo linha azul em 44,90 é uma resistência forte que deve ser operada na compra caso um candle feche acima dela. Para funcionar o trade de ilha os candles devem estar quase lado a lado como acontece no exemplo de hj.

Caso o suporte da base seja rompido (basta um negócio abaixo da linha da primeira hora) devemos entrar na venda, mas devemos aguardar o término da primeira hora do pregão para aumentar a chance de sucesso do trade.

No caso podemos operar USIM5 como se fosse um FFFD tb para compra contra tendência, mas hoje eu prefiro ficar com a resitÊcnia e o suporte da ilha devido a forte queda da abertura.

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________


______________________________________________________________________________________________________________________________________________________

02/06/2010 - após after market

Ibov fez novo teste aos 63000 pontos e no final, durante o leilão de fechamento os investidores mostraram estão atentos e colocaram muitas vendas, acreditando no fim do repique de alta, trazendo o índice abaixo de 63000 pontos.

Os grandes investidores estão trabalhando com o panorama abaixo, isto é, pode ser que a barreira dos 65000 pontos seja alcançada na próxima semana, mas trabalhando com a teoria de Down e as linhas de Elliot a tendência é que o mercado faça um fundo mais alto em "B" para então fazer a reta de correção mais forte "C".

Existe uma forte tendência para que esta teoria se concretize uma vez que a confluência de resistências: LTB, MM21, Cabeça do Pivot e baixo volume da alta, caracterizam uma correção de menor importância.

Portanto, compras só para day trade. Para quem gosta de travas de aluguel de ações... é o momento, mas pode ser o último: Cuidado com a Correção "C".


02/06/2010 - IBOV Semanal    

Postaremos o gráfico semanaç do IBOV e dos ativos que forem solicitados na sexta após o pregão até segunda antes do início das atividades, esta semana pela características diferenciada faremos o post hoje.

Quanto maior o período analisado, mais forte são os sinais, portanto o semanal é extremamente importante para os investidores que gostam de swing e position.

Basicamente vemos que a LTA que vinha desde do fim de 2008 foi rompida, o mercado a testou como resistência e entramos numa correção bem lateral com amplitude grande. Neste momento estamos na base desta figura retangular.

Mas o que queremos chamar a atenção é para o fato do mercado não ter corrigido tudo que podia, isto é até 56600 pontos. Fez uma duas pernas de baixa desde o início do ano de 2010 mas não tocou esta importante resistência dada por fibonacci.

Podemos esperar uma nova queda? É o tipo de pergunta de 1 milhão de dólares, o mercado fica sensível nestes pontos de decisão e os motivos de quedas e recuperações têm que ser importantes.

Ressaltamos que estamos em baixa, inclusive no semanal, e isto já basta para os positions saberem, principalmente, o que não fazer.....


 02/06/2010 - IBOV diário

Hoje vamos tratar de simetria no IBOV, para análise tecnica elas são muito importantes e facilitam antecipações quando interpretadas junto com os candles. Postamos no fim da semana passada o gráfico histórico do IBOV e agora reduzimos a análise para o final de 2008 até hoje.

Podemos ver que o IBOV testou o suporte de 60000 pontos no fim de out de 2009 e fez então sua última perna de alta para o topo formado em 2010. Vemos que neste momento o mercado chegou a romper (candle do dia 20/05/2010) o suporte mas demonstrando que pode estar fazendo novo fundo faz  um pull back em resistências importantes: 63000pontos, MM21 e pivot de vaixa.

As simetrias possiveis nesta configuração do gráfico são:

1 - testada a resistência o mercado em nova queda perderia os 60000 pontos novamente em busca dos 56600 (análise semanal logo acima).

2 - Confirmação do fundo duplo em 60000 pontos, neste caso o apetite para compras vai ser muito grande, num primeiro instante devido as travas de baixa de muitos investidores que "apostam" na simetria descrevida no item 1, neste caso acima de 63000 começaram as recompras para fechar as vendas, e o segundo momento todo o mercado volta a acreditar na força da economia e o mercado entra na sua tendência natural de no long subir.

3 - A terceira possibilidade vem do movimento desde do início do ano, que indica uma correção lateral do IBOV. Desta forma ficaremos restritos entre 71000 e 58000 pontos por um prazo mais longo, corrigindo a grande alta do ano passado.

Independente de qual delas sejam confirmadas o importante é montar estratégias para cada momento que se apresentar e respeitá-la até o fim. Por este motivo chamamos a atenção de que o mercado está em baixa, podendo entrar no momento de indefinição acima da MM21, mas atualmente os URSOS é que estão com a vez, vamos acompanhar. Compras só para day trade.


VALE5.jpg (212,1 kB)  VALE5 - 01/06/2010

Acompanhando o FFFD no gráfico de 15 min da Vale. Quarto candle decide a compra ou venda. Na compra o objetivo é a MM21. Contra têndencia stop mais apertado.


________________________________________________________________________________________________________________________________________

ibov.jpg (218,2 kB) IBOV diário (31/05/2010)

Seguiu subindo esta segunda feira até a resistência de 63000 pontos que tínhamos indicado na análise de sexta feira.

Não interrompe a tendência de baixa, pois faz um pico abaixo do anterior e está em cima da MM21.

Momento de indecisão do mercado pois pode confirmar uma recuperação acima da mm21 (que serve de LTB) ou fazer uma sequência ABC de Elliot para corrigir a baixa de maio.

Pregões desta semana serão importantes para definir tendência do mercado. Uma vez que a resistência de 56600 ainda não foi testada e o mercado pode estar preparando-se para novas quedas.

 


____________________________________________________________________________________________________________________________________________

BBDC4.jpg (140,5 kB) BBDC4 - diário (31/05/2010)

Neste último dia do mês os fundos internacionais como sempre pressionaram na compra para garantir lucor aos seus clientes e o Bradesco PN é um ótimo exemplo da atual conjuntura.

Estamos em baixa e neste momento testando uma tripla resistência

1 - 61,8% de Fibonacci (30,60)

2 - MM21 (30,38)

3 - Cabeça do pivot de baixa (30,21)

 

Por estes motivos BBDC4 deixa de ser atraente para compra dentro de um sistema de swing e position. Aguardo um recuo logo que a reta de 50% de Fibonacci seja testada (31,20) para poder definir um pivot de alta, e aí sim entrar comprado para um período mais longo.


___________________________________________________________________________________________________________________________________

31/05/2010 - 13h

 

 

BBDC4 em posição para iniciar trade, conforme limites indicados no gráfico, tocando a mm21 (linha roxa) o trade fica ainda mais interessante.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________


ibov historico.xps (1 000,2 kB)

 

O gráfico acima refere-se ao ibov desde junho de 2004 até o dia 28/05/2010, fechamento de sexta feira. É interessante notar que apesar de todo o alarde de crise, pré crise, pós crise, ou qualquer outro termo que estamos ouvindo sobre o momento econômico, esta imagem demonstra que hoje o índice de maior relevância para a bolsa de SP esta muito próximo de seu topo.

De certa forma numa visão pessimista temos muito que cair ainda, e como contra ponto fica claro que a força do mercado tem sido tão grande que os recuos anteriores a este após atingir o topo histórico não tocaram a linha de Fibonacci em 56600, o que seria extremamente normal após a forte suibida de 2009.

Portanto para os próximos dias podemos vivenciar mais recuos até o valor indicado acima, ou numa clara demonstração de força compradora podemos ter o teste da resistência em 63000 pontos para que seja então definido novo rumo. No entanto o teste em 56600 seria muito saudável para o mercado e abriria margem para nova onde de compra de arivos.


Comentários das Análises

Data: 07/06/2010

De: Desinvestidor

Assunto: Gráficos

Bom dia!
Gostei das análises!
Será que daria pra ajustar os gráficos para que eles apareçam inteiros na tela principal?
Abraço.

Responder

—————

Data: 07/06/2010

De: "Investidor" Webmaster

Assunto: Re:Gráficos

olá Desinvestidor, você tem razão. Vamos voltar a ajustar a escala do gráfico para que apareça na janela dando a opção de abrir uma nova janela maior como é feito hoje. grato pela dica.

Responder

—————





Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina